click at this page Como localizar telefone e endereço Rastreador gps para celular download click the following article read more Como localizar Sistema Apps espiao para windows phone Baixar programa Reviews on mobistealth Espia de celulares para blackberry Aplicativos espiao gratis Mobile spy no jailbreak read more Spy app without target phone Rastreador de Espionar celular gratuito more info Aplicativo para rastrear celular pelo numero Como puedo Como espionar conversas do whatsapp de outra pessoa Rastrear celular samsung galaxy young Rastrear iphone Download spybubble trial version Como rastrear un celular entel Programa Free iphone Iphone 6s imessage spy Descargar Como funciona Aplicativo de rastreamento para o celular Camara click see more Software espião Como rastrear meu celular samsung galaxy young Como espiar telefonos celulares gratis Www spybubble android 4 radio apk Rastrear Escuta telefonica para celular spy camera phone charger zeus keylogger download erfahrungen handyortung kostenlos

Onda Latina

domingo
23.Set 2018
Início
Preparando a lancheira PDF Imprimir E-mail
Escrito por Jamil Alves   
15-Ago-2018

a_lancheira_-_jamil_alves_-_a.jpgVai chegando o meio-dia, e então começa o processo de mandar Miguel à escola com mochila, uniforme e sua lancheira: bolachinha salgada, bolacha recheada – desculpem, amigos não paulistas, mas sou incapaz de chamar bolacha de biscoito como vocês fazem. Um iogurte pequeno, de maçã verde, acompanhado de uma colherzinha e de um par de guardanapos de papel. Suco de maracujá fresquinho, junto com o copo branco e verde, com Mickey desenhado de um lado, e sua namorada, Minnie, do outro. Uvas roxas, sem semente, cuidadosamente embrulhadas em papel laminado – tentativa infrutífera de diminuir a culpa por tanta coisa industrializada na alimentação da minha criança.

 

Logo nos primeiros dias em que um filho começa a frequentar o colégio, muitos pais iniciam uma pesquisa sobre alimentação saudável para pô-la em prática na hora do preparo da lancheira: “Lanche saudável evita obesidade e doenças crônicas”; “Saiba como preparar uma lancheira saudável para seu filho”; “Alimentação saudável começa na lancheira”.

Após as primeiras tentativas frustradas de fazermos nossos filhos comerem apenas coisas saudáveis, vamos sendo tomados por um pensamento repleto de preocupação e simplismo: “Melhor ele comer isso que eu coloquei na lancheira do que não comer nada”. E vão-se, assim, nossas ilusões com relação ao mamão, à alface, aos brócolis – o que os filhos querem mesmo é bala, salgadinho e muita gordura trans!

Quando criança, quem não ficava impressionado com o pai muito legal do amiguinho? Ele deixava seu filho comer besteiras, nada de imposições nem de interferências na alimentação. Era descolado, deixava o filho ficar até tarde na rua, dava total liberdade para ele fazer o que quisesse. Isso sim que era um paizão, um exemplo a ser seguido.

Hoje, não tenho nem remota ideia de por onde andam esses amigos, nem se vivem vidas felizes, se educaram seus filhos da mesma forma “libertária”. Só o que sei é que não consigo nem pretendo me inspirar nos pais deles.

Talvez Miguel demore um bom tempo para entender minhas decisões, talvez nunca as compreenda ou prefira o pai do vizinho ou do amiguinho da escola, mas isso não me importa, não tem nenhuma relevância para mim neste momento. Estou tentando ser o melhor pai que posso, dentro do que consigo e das escolhas que fiz. Como cada filho é único, cada pai acaba sendo único também.

O fácil seria simplesmente pegar um modelo bem-sucedido de pai – com a vida bonita e cor de rosa das redes sociais, não seria difícil eu me espelhar em algum simulacro insano desses tantos que há por aí –, tentar imitar esse pai, considerado modelo na “carreira da paternidade”, e aplicar seus métodos ao meu filho. Ou, ainda, fazer um levantamento a respeito de alguns pais, pegar para mim a melhor característica de cada um e... Voilà! Eu teria descoberto, então, a grande receita, a fórmula perfeita, o melhor pai do mundo!

Mas o que a realidade joga na nossa cara todos os dias é que encontrar um modelo de pai e praticá-lo é impossível. Cada pai, desde que empenhado no firme desejo de ser um bom pai para o seu filho, não tem como buscar modelos. Cada pai é único, exclusivo, especial. E é assim, sobretudo, porque cada filho também é único, exclusivo, especial, particular e mágico.

Miguel gosta de frutas, adora as uvas que eu ponho para ele na lancheira, porém ainda não se rendeu aos encantos do mamão, da alface, nem aos dos brócolis no prato. Mas nada disso tem tanta importância: o que vale mesmo é a sensação de amor e completude que a preparação daquela lancheira azul me traz.

 
Atualizado em ( 15-Ago-2018 )
 
< Anterior   Seguinte >

Enquete

Qual é o seu ritmo latino predileto?
 
Newsletter
Receba as novidades da Onda Latina no seu e-mail.
E-mail

Nome

Sobrenome

Cidade


 

Usuários On-line